Carta 28 | A grande depressão dos anos de 1930 e a crise atual

Denis Maracci Gimenez e Anselmo Luis dos Santos

Editores

Neste número 28 da Carta Social e do Trabalho publicamos “A grande depressão dos anos 1930 e a crise atual: contrapontos e reflexões”, do professor Frederico Mathias Mazzucchelli. Análise de caráter histórico estrutural sobre a crise contemporânea, conforme a melhor tradição do Instituto de Economia da Unicamp, estabelece contrapontos e reflexões entre a grande crise capitalista deste início de século XXI com o cataclisma que varreu o mundo nos anos 30 do século passado.

O professor Mazzucchelli destaca que “tanto naquela oportunidade como na recente crise, a raiz da tormenta foi a ação desimpedida dos agentes privados, propiciada pela frouxa regulamentação existente sobre o mundo das finanças” e que a diferença fundamental reside “na resposta dos governos à crise: enquanto no início dos anos 1930 a intervenção governamental foi tardia, insuficiente e reiteradamente equivocada, na atual crise a intervenção foi pronta e contundente, destinada – acima de tudo – a socorrer as grandes instituições em apuros”.

Exatamente neste aspecto, está o foco do trabalho do professor Mazzucchelli: sem a preocupação de tecer maiores considerações sobre as origens e a morfologia das duas crises, dirige os esforços para a compreensão da natureza das respostas produzidas num momento e no outro.

Não reduzindo tal esforço aos problemas de gestão econômica, mas, de forma ampla, às condições histórico-estruturais específicas de cada momento nos quadros do desenvolvimento capitalista, Mazzucchelli, oferece uma percuciente análise sobre o mundo contemporâneo e os desafios vindouros.

Clique aqui e baixe a publicação em PDF

Leia Também

Contribuição crítica à reforma trabalhista

Lançamento do livro Contribuição crítica à reforma trabalhista