Encontro Nacional sobre População, Trabalho, Gênero e Políticas Públicas

Os GT’s “População e Trabalho” e “População e Gênero”, da Associação Brasileira de Estudos Populacionais (Abep), têm o prazer de convidá-los para participar do “Encontro Nacional sobre População, Trabalho, Gênero e Políticas Públicas”, que se realizará de 27 a 29 de novembro próximo, nos auditórios Zeferino Vaz e Jorge Tápia do Instituto de Economia da Universidade Estadual de Campinas – Unicamp.

O evento pretende debater temas que inter-relacionam as áreas de dinâmica demográfica, trabalho, gênero e políticas públicas, no Brasil, e com um olhar estratégico para a próxima década que se inicia, por meio de sessões de apresentação de trabalhos orais, em pôster e mesas redondas de discussão O trabalho e a igualdade de gênero estão em posição de destaque na Agenda 2030 (ONU) para o Desenvolvimento Sustentável, nos países da América Latina e do Caribe. Entre os objetivos desta agenda, está a promoção do crescimento econômico inclusivo e sustentável, do emprego pleno e produtivo do trabalho decente para todos e o alcance da igualdade de gênero e empoderamento de todas as mulheres e meninas. A década, que por ora se encerra, foi marcada por uma reversão nos indicadores do mercado de trabalho brasileiro e poucos avanços nos indicadores de desigualdade de gênero. As mudanças recentes – inclusive as legislativas que versam sobre o mundo do trabalho e a previdência social – impõem uma série de desafios para a próxima década. Nesse sentido, o evento pretende lidar com questões estratégicas para as políticas públicas e discutir trabalhos científicos dentro das seguintes temáticas:

Mercado de trabalho: heterogeneidade e desafios (O objetivo do tema é agregar estudos sobre a heterogeneidade do mercado de trabalho brasileiro, no que tange as suas diversas desigualdades, sua evolução e os principais desafios futuros, diante do atual cenário econômico, político e legislativo.)

Trabalhos e gênero (O objetivo do tema é atrair artigos que discutam a desigualdade de gênero no trabalho remunero e no trabalho doméstico, apontando históricos e desafios futuros, em consonância a Agenda 2030 das Nações Unidas.)

Gênero: de desigualdades a abismos (Diversas dimensões da sociedade brasileira apresentam persistentes desigualdades, não só de gênero, como também geracional, de cor ou raça, de orientação sexual, de classe e as interseccionalidades entre elas. Dessa maneira, estimulamos a inscrição de trabalhos que analisam, de forma teórica ou empírica, a partir de uma perspectiva estrutural ou conjuntural, a questão das desigualdades inter e intra-gênero de forma interseccional, nas áreas de educação, ciência, saúde e política.)

Mais informações Aqui

Leia Também

LATWORK: Developing Research and Innovation Capacities of Latin-American HEI for the analysis of Informal Labour Market

Apresentação do projeto LATWORK