O trabalho diante da pandemia no Brasil – José Dari Krein

Ainda não é possível dimensionar todo o impacto da crise sanitária, econômica e social sobre a sociedade. As incertezas são muito grandes. No entanto, alguns dos seus efeitos já são visíveis, tais como a queda da massa de rendimentos, o aumento do desemprego e das inseguranças decorrentes de maior exposição ao vírus por parte de parcela dos trabalhadores envolvidos em atividades essenciais, o crescimento dos acordos individuais e a fragilização das negociações coletivas. Ao mesmo tempo as respostas estão sendo tímidas, insuficientes e com dificuldade de sua efetivação para muitas pessoas, principalmente os informais e pessoas desempregadas. 

Desde 2015, o mercado de trabalho brasileiro vem se deteriorando e a crise atual mostra a sua face mais perversa. A crise evidencia a existência de um mercado de trabalho muito desestruturado, com milhões de pessoas sem acesso à proteção. Ou seja, as mudanças no mundo do trabalho a partir da crise 2015 mostra o seu rosto na sociedade brasileira.  

Intervenção inicial: José Dari Krein – GT Mundos do Trabalho – Reformas, Cesit-IE-Unicamp. 

Quando: 29 de abril, às 14h30. 

Prof. José Dari Krein (Cesit – IE – Unicamp)

Leia Também

Covid19 e seus efeitos sobre o mercado de trabalho nos EUA

Artigo de Denis Maracci Gimenez, Marcio Pochmman e Tomás Rigoletto