Trabalho e Padrão de Desenvolvimento

A reconfiguração do mercado de trabalho brasileiro entre 2004 e 2014 ocorreu em sintonia com um progressivo, porém incompleto, processo de construção de um novo padrão de desenvolvimento. O significado, os avanços e os obstáculos observados nesse período, diante dos problemas estruturais do nosso mercado de trabalho, são objetos de discussão do presente livro.

As reflexões finais sustentam que a superação dos traços herdados do passado e a consolidação de um mercado de trabalho condizente com a nova inserção do país na economia mundial, e com os avanços no campo da cidadania e dos direitos sociais, dependem da sustentação do padrão de desenvolvimento que teve os seus primeiros alicerces fincados na década passada. Tais reflexões oferecem um contraponto, no momento atual, diante do predomínio de políticas de corte neoliberal no país e do abandono da estratégia de construção de um padrão de desenvolvimento mais inclusivo.

Leia Também

Carta | 36 – O trabalho e a questão social

Apresentação da Carta Social e do Trabalho 36