Artigos Academicos

Notas sobre a formalização – Estudo de caso: Brasil

José Dari Krein e Marcelo Manzano (CESIT/UNICAMP) Nos anos 2000, o mercado de trabalho brasileiro alcançou taxas históricas de formalização do emprego, junto com a queda do desemprego e aumento da renda média dos assalariados. Em 2012, registrou-se uma taxa de formalidade de 56,6%, o que corresponde a um expressivo salto de 13,9 pontos percentuais em dez anos. Este foi …

Leia Mais